A poesia e o mito


 
Edward Burne-Jones - Pan and Psyche



Conteve a poesia
com mãos de quimera:

soprou-lhe aos ouvidos
olhar sustenido
fina flor pagã.

Lou Vilela
in Nudez Poética



* Livre adaptação do mito de Pã.

.

1 comentários:

Adriana Karnal disse...

Lou,
como conter a poesia quando se sopra aos ouvidos? ai,tão lindo o poemeto...