* Momentos *


arte : Nanduxa


em momentos absolutamente meus
vejo-me ancorada ás areias do mar
facetas navegam em escunas
sentimentos aportados em dunas

nuvens esculpem no céu
aquilo que reconheço em mim
grãos de areia se agrupam
desenham rostos disformes
que as águas sugam

esquadrinho meu íntimo
encontro-me congelada no tempo
como se fora um ser que as águas salgaram
inerte vida que o mar e o vento emolduraram

Úrsula Avner

11 comentários:

Lara Amaral disse...

Vejo sempre sua silhueta refletida nesta natureza poética.

Tão bonita a forma que descreves!

Beijo.

Hercília Fernandes disse...

"encontro-me congelada no tempo
como se fora um ser que as águas salgaram
inerte vida que o mar e o vento emolduraram"

Úrsula,

sua poesia tem o poder de nos fazer sonhar, tamanha a natureza onírica das imagens in.versos.

Belas paisagens poéticas, minha querida. Elas desenham sua poesia com maestria.

Beijo,
H.F.

Chica disse...

Maravilha de inspiração,Ursula!Linda!

beijos,tudo de bom,chica

Albuq disse...

Úrsula, nesses seus "Momentos" nós quem ganhamos... belos versos!
bjs

Francy´s Oliva disse...

Simplesmente lindo... Adorei... "encontro-me congelada no tempo como se fora um ser que as águas salgaram inerte vida que o mar e o vento emolduram".
Beijos

Mirze Souza disse...

Que lindo, Úrsula!

Espero que tenha sempre esses momentos. Lucram todos que como eu, amo seus versos.

Beijos

Mirze

Úrsula Avner disse...

Oi Lara,

Você como sempre amável e tão presente... Grata pelo carinho de sempre, bj ;

Olá Hercília,

é sempre muito bom ler seus ricos comentários e alegro-me muito que tenha apreciado o poema. Bj ;

OI Chica,

agradeço sua presença constante e gentil comentário em meus espaços poéticos. Bjs.

Úrsula Avner disse...

Oi Albuq,

é sempre agradável receber sua visita e comentário tão gentil Bj ;

Francy´s,

Agradeço o carinho de sua visita e doces palavras. Bj ;

Querida Mirze,

Sua presença sempre carinhosa em minhas páginas me alegra e motiva. Bj com carinho.

Adriana Karnal disse...

ÚRsula,
tua poesia me invade...lindo.

Úrsula Avner disse...

Oi Adriana,

Grata pelo comentário tão amoroso. Bj.

Lou Vilela disse...

Imagens fortes, suavizadas pela sutileza de sua poética.

Beijos