Pretérito-Perfeito...





Mãe e Filho – detalhe do quadro As Três Idades da Mulher – G. klimt


Gerei, pari
Olhei, amei
Segurei, cuidei
Alimentei, provi
Eduquei, errei
Mostrei, convenci
Chorei, sorri
Cresceram, cresci


by Wania Victoria



24 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Gostei dos verbos e das verdades...

Beijo, Wania!

Liz Dantas disse...

rsrsrs,é sempre assim,fazemos tudo isto e, depois os entrgamamos para a vida,ficamos apenas na torcida,para que atinjam sempre "O GOOL"
Beijos

myra disse...

qta verdade1 e que lindo...e depois...ficamos sozinhos...a imagem se nao me engano é de Klimt? o nao? enfim tudo é bem bonito!!!!
beijos, nao entendi se a Wania ou a Maria Clara, entao mando às duas!

Lara Amaral disse...

Estágios diferentes, crescimentos sem-igual!

Perfeito, poetisa linda!

Beijo.

Albuq disse...

Bom dia Wania!

Nada do que ser mãe para amar, cuidar e crescer junto com o filho!

Linda poesia!
E Gustav Klimt AMO DE PAIXÃO! Adoro as obras dele, inclusive fiz até um trabalho com uma!

bjs Wania,

tonhOliveira disse...



Gastou os verbos... Ahahah!

perFEITO!

É pra realizART!

beij♥!

Rafael Castellar das Neves disse...

Gosto destas relações entre imagens e textos...ficou boa!! e o texto tem forma! Muito bom!

Mirse Maria disse...

Wania!

A cada dia viajo mais na magia de seus poemas. Este em especial me emocionou!

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

Muito forte, bonito e intenso! Cresci também com esse poema! beijo.

Úrsula Avner disse...

Querida Wania,

adorável canção poética ilustrada por bela imagem... Seus versos expressam ações do cotidiano de quem é mãe, enfocando aspectos relevantes da figura materna, daquilo que concerne ao gênero feminino. Bj grande.

Úrsula

Cris Caetano disse...

Klimt caiu perfeito nesse poema. :)

Beijinhos e um maravilhoso fim de semana.

Wania disse...

Henrique,

Liz,

Myra,

Larinha,

Márcia,

Tonho,

Rafael,

Mirse,

Dri,

Úrsula,

Cris

Amigos queridos, fico muito feliz em saber que apreciam o meu trabalho e agradeço de coração todo incentivo que recebo de vocês.
Sempre um vento refrescante e soprando a favor...

Bj carinhoso em cada um!

Luciano disse...

Pretérito tão bem conjugado esse. Simples e belo.

Talita Prates disse...

vou confessar:
fiquei ARREPIADA, Wania!

Quanta doçura.
Um simples que diz tudo!

Parabéns.

Um bjo, querida.

Talita.

Zélia Guardiano disse...

Simplesmente maravilhoso! Show esta forma de sintetizar as emoções...
Parabéns!
Um abraço

Renata de Aragão Lopes disse...

Wania,

você foi muito feliz
ao redigir este poema!

Eis a sensação
- maravilhosa -
da maternidade:
a de que crescemos
junto com os filhos!

Beijo e bom domingo,
doce de lira

Adriana Karnal disse...

Wania,
Lindo poema, ser mãe é crescer junto...

Wania disse...

Luciano, obrigada!
Este pretérito é muito presente na minha vida! Bj


Talita
Simples como a vida tem que ser, nós é que complicamos.
Obrigada, Bjão


Zélia, prazer em te conhecer!
Agradeço o carinho das tuas palavras, me faz feliz saber disso!
Bjs

Renata
A maternidade nos faz maravilhosas, mas crescer com os filhos é muito mais gratificante, concordo contigo!
Agradeço as doces palavras...
Bjinhos


Adriana
Junto, mesmo longe...junto sempre!
Obrigada, amiga!
Bjs

dade amorim disse...

é mesmo assim que acontece - e depois a vida segue seu curso.

Hercília Fernandes disse...

Belo poema, Wania.
E com verdades sobre a mesa, como bem pontua o Bardo.

Beijos, minha querida!
H.F.

Cris França disse...

lindo , ser mãe é uma dadiva a Wania me encanta sempre, a mim e aos ventos. bjs

Wania disse...

Dade
Obrigada pela visita!
Bj


Hercília
Verdades são para serem ditas!
Bjão, querida



Cris
Obrigada pela doçura, amiga!
bj grande

Lunna Guedes disse...

Sensações nesse começo de tarde que me levam a pensar em mulheres que eu conheci ao longo do caminho. Bravo. Bacio carissima

Hod disse...

Por e com amor a luminiscente centelha de vida vivificou-se noutras vidas.

Beijo pra vc.