Tapa de Luva


Trouxe a você minha paz
desarmada, sem sofismas...
Recebi em troca tenaz
mudas de palavras, cismas

Amarradas com um sisal, por ti
dos restos das folhas de buriti.
Invertendo desse rastro , a asneira
trouxe-te uma bela pulseira.

não de restos de folhas. Das sementes...

para te mostrar, o ar feliz de uma dama
que recebeu de ti o que se fez presente.

16 comentários:

Albuq disse...

Oi Mirze, mesmo a tapa de luva em sua poesia é sútil, delicada e cheia de fascínio.
Adorei,bjs

Mirze Souza disse...

Márcia!

Grata amiga, O olhar do leitor é que alimenta a alma do escritor.

Beijos

Mirze

Assis Freitas disse...

a dama e suas luvas, boxeur de palavras,

abraço

Wania disse...

Lindo Mirze!


"Tapa de luva"...luvas de pelica que só as verdadeiras damas sabem usar!


Bjs

Mirze Souza disse...

Assis!

Obrigada amigo!

Mas boxeur ainda não! Quem sabe um dia?

Beijos

Mirze

Mirze Souza disse...

É isso Wania!

Tem que saber usar as luvas com delicadeza. Daí a proeza.

Grata amiga!

Beijos

Mirze

Adriana Godoy disse...

Um golpe suave e bemconduzido...com luvas. Bonito. beijo.

Mirze Souza disse...

DRI!

Obrigada! Cada um dá o golpe com o que pode,

Beijos

Mirze

cristinasiqueira disse...

Oi Mirze,

Tapa de luva de semente é um jeito brasileiro de tornar-se de novo contente.
Lindo poema.

beijos,

Cris

espero tua visita!

Mirze Souza disse...

Cris!

Obrigada! É à moda brasileira mesmo.

Irei visitá-la!

Beijos

Mirze

Lara Amaral disse...

Sei que vc brota, poetisa, de cada rima que me aquece; lendo suas palavras, sinto-me abraçada.

Beijos!

Mirze Souza disse...

Lara!

Achaste-me!

Bom será quando pudermos dar o abraço verdadeiro. Sem rimas.

Beijos

Mirze

Hercília Fernandes disse...

Muito belo, Mirse.

Concordo plenamente com as palavras da Wania: é preciso saber usar luvas, sobretudo quando se necessita de um toque [a mais] de diplomacia. Eis, ai, a sabedoria encantadora em seus versos!

Beijos com carinho,
H.F.

Mirze Souza disse...

Hercília!

Fico grata por suas palavras, que sempre me emocionam.

Obrigada!

Beijos

Mirze

Renata de Aragão Lopes disse...

Querida Mirze,

um tapa de luvas
dado por uma dama!

Belíssimo!

Beijo,
doce de lira

Úrsula Avner disse...

Oi Mirze,

bela poesia em versos melodiosos num arranjo poético harmonioso e delicado. Bj,

Úrsula