Néon

Clique na imagem para ampliar.



Lou Vilela in Nudez Poética
.

15 comentários:

Mirse Maria disse...

Que as ruas.......Amém!

Belo, Lou! Num concretismo absoluto em imagem e versos.

Beijos

Mirse

Adriana Godoy disse...

Lou, um poema tão urbano e noturno que atinge em cheio. Gosto desse lado noir. Beijo.

BAR DO BARDO disse...

No ponto! Amei.
Gosto desse seu lado "rouge".

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Genial, Lou! Noctívago, musical e belo...

Lara Amaral disse...

Seu néon ofuscou a vista, e lembrou das tristezas de outras almas.

Demais! Muito bom.

Beijo.

Adriana Karnal disse...

Lou,
O neon não faz sentido aos míopes...é a vida prenhe de sombras...q perspicácia de poema.

Albuq disse...

Lou, simplesmente vivo, imagem e texto!

Lou Vilela disse...

Mirse, é um bom exercício! =)

Dri Godoy, atinge a quem escreve também, né? ;)

Henrique, mesmo que desejasse, não conseguiria sufocá-lo - o lado "rouge". ;)

Francisco, Larinha e Dri Karnal, obrigada pelo gentil comentário!

Albuq, fico feliz que tenhas percebido dessa forma!


Beijão a todos!

Assis Freitas disse...

A palavra escrita em rouge, parece palpitar em alucinações de olhares. Belo. Abraço.

Hercília Fernandes disse...

Lou,

adoro seus poemas visuais. Além de plasticidade, todos eles contêm enorme literariedade.

E seu texto Néon esbanja vida. Muito gostei de ler, ver, sentir... o Belo que escorre de suas linhas e cores aqui no Maria Clara.

Beijos,
H.F.

Raphaela Ribeiro ATRIZ disse...

Sob jogo de olhos míopes...

Dá uma olhada se gostar me segue.

Beijos Lou

Sylvio de Alencar. disse...

Que visual!
Sofisticado como o poema.

Senti, em minhas narinas, um forte cheiro de éter... Em certos estados, todas as esquinas se parecem...

Abrçs.

Lou Vilela disse...

Assis,

Olhares arrebatados a fazem palpitar... ;)

------

Hercília,

Seu olhar analítico é um presente! No demais, um comentário abundante e generoso.

------

Raphaela,

Agradecemos a visita!

------

Sylvio,

As esquinas desempenham bem os seus papéis... ;)
Feliz com a sua presença e considerações. Obrigada!

------

Um grande abraço a todos!

Nydia Bonetti disse...

lampiões nas varandas
denunciam
que por aqui
o tempo já passou

enquanto isso

os neons nas esquinas
anunciam
um tempo eterno
de mentira

que tempo nos pertence?

Gostei muito Lou! Beijos.

Lou Vilela disse...

Dialético, Nydia.

Comentarei com um poetrix que fiz em 2008. ;)


Poeira cósmica

Ave, homem!
nave mundo
homem-ave

Lou Vilela
Em 21/08/08