Renascer...


Tela de Madu Lopes



Palavras hibernadas

Sob as neves dos relacionamentos

Adormecidas

Esquecidas

Ar escasso

O que restou de uma vontade

asfixiada pela convicção da dúvida

Respiração difícil

Muitas sucumbiram

À insalubridade das escolhas

Até que um sopro roubou-me o prumo

Nauseou a certeza

E Insuflou-me os quereres

Ergui-me

cavei os olhos

Desenterrei as gargantas

Das palavras cansadas

E com três socos fortes nas costas

Uma a uma, vomitando o silêncio vencido,

Em um único fôlego, rosou

Renasci

Levantaram-se as línguas de fogo

Que escreverão com as minhas cinzas

O que os ventos haverão de propagar


Wania Victoria



21 comentários:

Wania disse...

Queridas Amigas

Agradeço de coração à Hercília e a vocês, todas poetisas de primeira grandeza, que compõe o quadro do Maria Clara Simplesmente Poesia pelo convite, pelo reconhecimento, pela confiança e pelo papel importante que tiveram e tem na formação e na elaboração da minha escrita! Espero sempre retribuir à altura...

Às estreantes, parabéns e sucesso nesta nova etapa.

Eternamente grata a todas!

Lara Amaral disse...

Wania, com sua poesia singela, sempre cava algo doce dentro de nós. Ler-te é um despertar macio e revigorante.

Suas palavras nunca hão de adormecer.

Beijos e parabéns pela estreia com essa bela poesia à sua moda fofa!

Mirse Maria disse...

Bela estréia, Wania!


A simbologia das línguas de fogo, é forte. O vento com certeza propagará sua poesia e seu estilo!

Parabéns!

Beijos

Mirse

Lou Vilela disse...

Parabéns pela estréia, Wania! O vento certamente cumprirá o seu papel. ;)

Beijos

Renata de Aragão Lopes disse...

Que linda estreia, Wania!

Além do belíssimo poema,
uma tela de Madu Lopes!

Sabia que o conheci
através da Lu Slomka?
Hoje, tenho em meu quarto
uma tela dele
feita sob encomenda
para minha família! : )

Um prazer ingressar neste blog
ao lado de tantas pessoas
queridas...

Beijo,
doce de lira

Hercília Fernandes disse...

Wania,

como a Mirse anunciou, línguas de fogo envolvem uma simbologia que ilustra bem a criação artística, Bachelard bem nos diz.

Viver como fênix é manter a chama da vela acesa e ser todo poesia.

Bela estreia, minha querida. Seu poema é abundante em imagens, conteúdos e sentimentos.

Com certeza, os ventos hão de propagar os seus versos. Parabéns!

Beijos,
H.F.

Bєzєяяɑ Guimɑŗãeร disse...

Wania, a sua poesia é tão bela que canta dentro de mim.


Boa sorte, minha querida flor.


Beijos,
Ry

Wania disse...

Larinha minha doce amiga

Obrigada pelo teu carinho, tô muito feliz por ti também.

Bj grande

Wania disse...

Mirse querida

Não podes imaginar como estou contente, agradeço todo o estímulo que recebi e recebo de ti.
É uma honra dividir este espaço com vocês

Que bons ventos levem a minha poesia...

Bjão

Wania disse...

Lou

Que assim seja, minha amiga!
Obrigada por acreditar no meu trabalho, fiquei muito feliz com o convite de vocês!
Que possamos fazer um belo trabalho juntas...

Bjsss

Wania disse...

Oi, Renata

Obrigada pelas palavras carinhosas e saiba que este prazer é recíproco.

Tb conheci o Madu através da Lu, minha grande amiga na vida real também... Ele é maravilhoso mesmo!

Bjs

Wania disse...

Hercília querida

Teus comentários, assim como os das gurias sempre enriquecem mais o meu trabalho...agradeço de coração todo carinho que recebo de ti.
Conte sempre comigo!

Bjssss

Wania disse...

Ry, minha florzinha

Teu interior já é uma linda melodia, se minha poesia faz isso dentro de ti é porque ela apenas encontra um lugar afim para reverberar...

Obrigada pelo carinho das tuas palavras!

Bj grande pra ti!

Talita Prates disse...

Wania,
que maravilha poder te "ler" aqui também;
que maravilha sermos companheiras nesse novo espaço...
boa sorte para nós, não é?!

um bjo!
e paz.

Wania disse...

Talita

Obrigada pelas palavras amáveis...com certeza será uma experiência muito boa para todas nós!

Bjssss

Úrsula Avner disse...

Querida Wania,

Parabéns pela estréia ! É uma alegria ter você entre nós, assim como a Lara, a Talita e a Renata. Certamente o Maria Clara ganhou um brilho ainda mais intenso e se tornou mais especial.
Quanto ao poema, é belo, expressivo e denota a sua peculiar sensibilidade na escrita poética. Excelente escolha para sua estréia. Bj com carinho,

Úrsula

Hod disse...

Querida e doce Wânia,
Como deixei registrado em seu Encantaventos, vc faz por onde merecer.
Sua estréia com tão lindo poema preenche e nutre a sensibilidade pelo amor a poesia e a literatura.

Beijos,

Hod.

Wania disse...

Úrsula querida!

Obrigada pelas palavras amáveis e pelo incentivo constante.
É um prazer partilhar este espaço com vocês.

Que bom que gostou...

Bjssss

Wania disse...

Doce Halley

Obrigada pelo teu carinho e presença. Agradeço de coração cada palavras deixada aqui...

Bjão

Dalva disse...

Oi, Wania!

Parabéns pela oportunidade de ampliar o horizonte para teus versos tão sensíveis. Fico contente! Parabéns a Hercilia e a todas, também!

Beijos!

Wania disse...

Dalva querida!

Obrigada, amiga!
Teu carinho sempre foi mola propulsora da minha poesia. Eu é que tenho que te agradecer sempre!

Bjão