Mar vagabundo


"O mundo é grande, mas em nós ele é profundo como o mar" (Rilke).



Mar revolto: José Cavaliere



Há um mar em mim.

Um mar de águas revoltas.

Nuvens pesadas circulam passageiras

Areias, em fileiras, atiram-me ao fundo

quase sempre certeiras.


Há um mar em mim

E eu tantas vezes nada entendi:

da cor que me veste olhos d'agua

e do vento que me sopra à maré baixa.


Pois há um mar em mim

E eu não tive sequer escolhas

Não pude dizer (ao mar)

que parasse com esses cantos sombrios

Nem que me deixasse a não-mercê de tais desafios.


Por que esse mar é fora da lei

Não sabe o que é sorte, nem teme solidez

Tudo sente, nada sofre e me move à embriaguês.


Por que esse mar é poço sem fundo

Quanto mais arrasta, mais revira tão doce mundo

Secando-me as águas claras em tons cinza profundos.


Isso tudo porque esse mar é vagabundo...



by Hercília Fernandes



*Mar vagabundo também em o Balaio Porreta.


27 comentários:

Úrsula Avner disse...

Belo Hercília ! Seu versejar é encantador. Poema sonoro e que denota um eu-lírico reflexivo e rico em sentimentos. Há certamente um mar em cada uma de nós onde as águas profundas ocultam segredos, mistérios, encantos. Bj.

Tomaz disse...

Há um mar aqui...
Idéias que flutuam pela alma
Ondas diversas alternadas
Dos melhores poetas que já li

Gostei do espaço, só gente fera!
Voltarei

Um abraço.

Flávia Muniz disse...

mui belo!]
bj
flávia

Hercília Fernandes disse...

*Úrsula,

sempre uma alegria imensa receber a sua visita e leitura atenta; além das expressões carregadas de sincero afeto.

*Tomaz,

muito obrigada por sua presença e generosas palavras. Brevemente, lhe farei uma visita. Sinta-se muito bem vindo em nosso espaço feminino.

*Flávia,

feliz por sua visita e apreciação. Sua presença muito nos alegra, poetisa. Agradeço-lhe.

Beijos nos três,
H.F.

KA disse...

Hercília,

Mares
Oceanos
Complementam as mulheres.
O que seriam as mulheres sem oceanos profundos?

Ahh..Já dizia Cayme: "...é doce morrer no mar"


Adorei!
Abração
KA

Hercília Fernandes disse...

Ka,

feliz que tenha apreciado esse mar vagabundo. Muito obrigada pela delicadeza de sua visita, de suas preciosas palavras.

Beijos :)
H.F.

Adriana Godoy disse...

Um mar não, Hercília, um oceano de beleza, incertezas, de nuvens, de cantos obscuros. Lindo esse poema, que navega, enquanto o lemos, que nos leva ao fundo e nos traz à tona. Fiquei encantada. Parabéns. Beijo.

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Godoy.

Estava sem saber o que postar... relendo, então, a frase de Rilke no HF diante do espelho, lembrei-me deste poema escrito em 2007. Numa época em que bebia, comia, respirava Bachelard...

Fico feliz que estejam apreciando.

Um beijo, minha amiga!
H.F.

Mirse disse...

Belíssimo, Hercília!

O mar , é feminino, é lá onde o canto das sereias implodem. Onde a beleza da inconstância, própria da alma feminina habita!

Fantasticamente descrito,
tinha que ser seu ese poema!

Parabéns, amiga!

Beijos

Mirse

Hercília Fernandes disse...

Oi, minha amiga.

Contente que tenha gostado. Como disse, estava numa indecisão de fazer dó... (srsrsrs).

Um grande abraço, Mirse!

Beijos :)
H.F.

Moacy Cirne disse...

Hercília,

as ondas de seu belo mar estão batendo no Balaio.

Um beijo.

BAR DO BARDO disse...

Ouço uma sereia executando-me à canção "Mar vagabundo"...

(Bom texto, HF!)

Hercília Fernandes disse...

Moacy,

Belo o número do Balaio. Parabéns!
Uma boa surpresa você me fez. Poética das águas mais universo metalingüístico feminino.

Convido a todos os amigos a visitarem o post do nosso poetíssimo Moacy Cirne, vale a pena!

Sempre um enorme prazer ler e/ou integrar as páginas do Balaio Porreta. Mais uma vez, o meu muito obrigada, meu querido!

Um forte abraço,
H.F.

Hercília Fernandes disse...

Pimenta,

canto de sereia?... (rsrsrs)

Obrigada, meu amigo. Fico feliz que esse mar vagabundo tenha lhe despertado sensações.

Beijos :)
H.F.

RosaFernandesRosa disse...

Olá!!Hercília Fernandes*
**
"Mar vagabundo*
**
Somos realmente um mar, sereno ou quem sabe revolto .
O mar que canta na arreia , o mar que encanta com as sereias , seduzindo a vida...
Há esse mar que não tem fim , parece um poço de água doce.
"Secando-me as águas claras em tons cinza profundos.
Isso tudo porque esse mar é vagabundo...
****
Lindo!! Encantador!!*ADOREI*
BJS/*Rosa

Maria Paula Alvim disse...

Li seu mar vagabundo lá no Balaio Porreta e, de tão submersa, vim aqui. Para registrar minha admiração. Encantador.

Hercília Fernandes disse...

*Flor,

feliz com a sua vinda e boa leitura. Muito obrigada por navegar nas águas do Simplesmente poesia.

*Maria Paula,

me apraz saber que apreciou o poema. Novamente, seja muito bem vinda ao nosso grupo de vozes femininas.

Um caloroso abraço, meninas!
H.F.

Lou Vilela disse...

O mar e a sua imensidão... Encantadora metáfora, minha cara! Submergi nesse mar filosófico.

Bjs

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Lou. Feliz que tenha, filosoficamente, apreciado.

Um beijo :)
H.F.

Adriana disse...

Hercília,
Este mar que há em ti, desagua em mim...essas ondas me molham até o osso...adoro demais.

Hercília Fernandes disse...

Adriana, como é bom ouvir isso!!!

Obrigada por seu carinho e comentários sempre incentivadores.

Beijos :)
H.F.

sopro, vento, ventania disse...

E o mar que há... o que fazer, né? escrever é a única saída pra não enloquecer. Como a "pensadeira" máquina usada pelo professor Dumbledore de Harry Potter. Esvaziando, dividindo, recriando esse monte de mar que há.
um beijo e parabéns pelo blog e pelo poema.
Cynthia

nina rizzi disse...

sim, todos dizem com razão: esse mar é belíssimo, e bem sabe o quanto sou maritima :)

Hercília Fernandes disse...

*Cynthia,

seja muito bem vinda ao mar da maria clara. Através do blog da Adriana Godoy localizei o seu espaço e tenho apreciado bastante a leveza e ternura de sua escrita poética. Agradeço a sua vinda e reflexivas palavras.

*Nina,

esse mar nos habita, por vezes afoga, ora liberta de todas as âncoras e correntezas.

Amanhã é a sua estréia, hein? Ansiosa para navegar no vai e vem de suas linhas.

Um prazer enorme dividir a semana com você. Obrigada pela leitura e considerações.

Beijos nas duas :)
H.F.

Adriana disse...

Nina,
você dá um show de poesia...

BAR DO BARDO disse...

perfeito par

imagem e palavra

bom!

nina rizzi disse...

dri e bardo (?),

o blogue maria clara tem o link pra os comentários em cima da postagem e não embaixo como em nossos blogues!!! eu também demorei, mas já acostumei.. rsrs..

obrigada pela leitura e comentário, amores. beijos.