A poética [inacabada] de Mirse Souza


Hoje, 26 de julho, a Blogosfera tem grande motivo para comemoração: é o aniversário de nossa querida amiga e poetisa Mirse Souza.

Mirse Souza – residente na cidade do Rio de Janeiro, mulher, esposa, mãe, avó, profissional em contabilidade - é uma das vozes poéticas femininas mais atuantes na Web. Além de publicar, diariamente, em seu espaço poético “Meu Lampejo”, a poetisa mantém sempre atualizadas as visitas e os comentários aos blogs dos amigos poetas, incentivando a todos os que se lançam à produção literária. Ademais, Mirse oferece contribuições em mais dois espaços literários: O gato da Odete e, aqui, no Maria Clara: simplesmente poesia.


A voz poética de Mirse Souza se destaca pela fusão entre paisagens da memória, onirismo e espiritualismo. Realismo, sonho e transcendência se interpõem em suas linhas; onde, por vezes, se evidencia um certo descontentamento temporal presente, mas, simultaneamente, um crescente otimismo na redenção da palavra.

De forma equivalente à obra inacabada de Mondrian, Mirse Souza monta o mosaico de sua criação poética. De poema em poema, as idéias e os estados emotivos da autora vão oferecendo forma a sabores, tons e conteúdos linguísticos. Essa realidade demonstra uma sensibilidade imagística e técnica em evolução contínua e aponta para a visão holística da autora que aglutina uma diversidade de contextos e, ao mesmo tempo, se refaz ao nascer de novo dia.

Tais qualidades contribuem para remeter o leitor à reflexão das coisas transitórias da existência humana e abre perspectivas para a contemplação profunda dos mistérios que permeiam a eternidade: a alma.

Em seleta de textos extraída do blog pessoal da poetisa, o leitor pode observar algumas das características então mencionadas de sua criação poética. Passemos à voz [inacabada] de Mirse Souza:




Candura



Quando criança, em meio a dúvidas

Sempre achava que sabia. Tudo!

Pensava que sabia dos ruídos,

Dos amigos, das rosas, do dinheiro,

Dos silêncios, daquele vazio que sentia...

Só agora, no outono da vida aprendi

Que quanto mais procurava, menos sabia

Agora eu sei que no dia em que alguém

te ama faz um tempo muito bonito

Permeia o mundo uma extrema candura


Assim a gente esquece noites de tristeza

Mas jamais esquece uma noite de ternura.



Manhãs de tempo



Agonizo a contento,

a hora de terminar

o implacável tempo.


Absorta no silêncio, vejo.

A essência do que se foi,

o tempo não transporta

do agora para o depois.



Auto Retrato



Sou a lágrima furtiva,

o engano em forma de vida

Da fotografia, sou o negativo

Na natureza, sou o desvio,

Não sou sombra, sequer o abrigo

Do destro, sou a mão esquerda

Na companhia, sou a ausência

Das palavras, sou o silêncio

Sou o ápice da dor

Sou o espinho que feriu

em forma de coroa, o Criador

Sou a mãe que não vingou

Borboleta sem cor

Perdida num mundo

Imundo de Amor?

Sou a obra inacabada

De Mondrian,

Sou o que ele não acabou.



Mirse, querida amiga e poetisa,


receba os sinceros cumprimentos de respeito, afeto e admiração de todos os que fazem o Maria Clara: simplesmente poesia.


Muitas Felicidades: hoje & sempre. Parabéns!



22 comentários:

Lou Vilela disse...

Bela homenagem, Hercília!

Mirse, desejo-lhe um Feliz Aniversário! Tudo de bom hoje e sempre, você merece! ;)

Um grande abraço,
Lou

nina rizzi disse...

que bonito.
ela merece todas as belezas
in acabamentos.

parabéns mirse, e hercília.
beijins com tônicas :)

Úrsula Avner disse...

Belíssima e terna homenagem á nossa querida poetisa Mirse a quem muito admiro e estimo. Parabéns Mirse por seu aniversário, seu talento e sensibilidade. Que voce possa gozar ainda de muitos anos de vida com as dádivas dos céus para continuar nos encantando com a beleza de sua escrita poética. Bjs.

Mirse disse...

Minhas amigas e amigos!

Em especial, você, Hercília, responsável pelas lágrimas que agora derramo.

Lágrimas de emoção, da alegria de ter vocês como amigos.

De contar com vocês como uma família,
por saber que enquanto eu existir e puder escrever, são a vocês que amo, que me encanto, que choro, que sorrio.

Não esperava, Muito obrigada!

Eu não mereço, mas agradeço a todos. que dispuseram um espaço no MC para essa linda homenagem

Beijos

Mirse

Hercília Fernandes disse...

Mirse,

você é merecedora de todos os mimos, cuidados e apreços dos amigos.

O Maria Clara: simplesmente poesia sente-se honrado com a sua presença sempre poética e amiga.

Um forte abraço, minha querida, muita luz em seus caminhos.

Hercília.

Taninha Nascimento disse...

Felicidades, Mirse!


Tudo de melhor - da parte de Deus - para a tua vida!

Abraço afetuoso,
Taninha

BAR DO BARDO disse...

ela merece

estimula(nte) a todos

sou feliz por nós em laços de fita

vovó?! pra mim é uma menininha!

beijos afetuosos

moça Mirse


(e bom texto - dona pimenta)

Mirse disse...

Gente, como falei, vocês formam a minha família.

Aquela que convivo todos os dias.

A família que vê minha alma simples, mas desnuda.

A família que pelo excesso de convivência, não consigo mais cortar laços.

Fazem-me chorar, rir, sentir, aprender e trocar experiências que nunca pensei que fosse acontecer.

Como todos já devem saber, dediquei-me à escrita, por ter formação em Oxford , na literatura inglesa.

Como devem perceber, escrevo para fugir das dores e da doença que ha tres anos me acomete.

Passa tudo, dores, febres, vem e vão as crises, mas encontro forças por causa de voces, e de mim que tenho uma afinidade enorme e um carinho especial por cada um que aqui está.

Espero que o tempo de vida que ainda tenho, eu possa dividir com vocês, SEMPRE.

E com isso me fortaleço.

Lou, Doce e meiga Nina, Úrsula, à amiga querida Hercília, Taninha, e você, Henrique, meu poeta e sonetista que me faz chorar e sonhar.

Enfim , a todos agradeço muito emocionada pela homenagem, mas muito mais pelo carinho dedicado à mim.

Sinto-me honrada e muito, mas muito feliz.

Beijo a cada um de vocês, com respeito e carinho.

Mirse

Hercília Fernandes disse...

Mirse,

lindo o seu depoimento. As palavras expressam a intensidade dos seus sentimentos e a sua belíssima história de vida.

Um grande abraço, querida amiga, e a todos os amigos que vieram lhe oferecer afeto.

Beijos em todos,
H.F.

Adriana Godoy disse...

Que bela homenagem. A Mirse é isso tudo e um pouquinho mais. Foi uma felicidade encontrá-la na rede. Parabéns, Hercília pelo texto, parabéns, Mirse, por seu trabalho e seu sempre estímulo. Você é uma grande pessoa e poeta. Beijo.

mariab disse...

uma homenagem sentida. fiquei fã dessa poesia.
beijos

Mirse disse...

ADRIANA E MARIAB

Sou eu a fã de voces duas.

De Adriana, sinto-a como irma , aquela que nunca tive, e que está sempre por perto para me apoiar.

De Mariab aprecio os poemas e os belíssimos comentários.

Agradeço de coração os comentários que deixaram, nessa homenagem surpresa que Hercília fez para mim.

Beios

Minha gratidão e carinho

Mirse

Blog da Mariquinha disse...

Mirse, mesmo sem conhecê-la pessoalmente sou uma eterna admiradora do seu trabalho literário.Parabéns também a poetisa Hercília pela linda e merecida homenagem dedicada a ti.A você Mirce desejo-lhe todas as bençãos hj e em todos os dias de sua vida ..bjosssssss

Mirse disse...

Mariquinha!

Agradeço de coração pela visita, pelo incentivo, e palavras carinhosas que a mim dedica e à minha amiga Hercília.


Neste espaço, o MC Simplesmente poesia, você sempre verá as vozes femininas expostas nos quadros posteriores.

Obrigada e seja bem vinda, amiga

Beijos

Mirse

YaRa disse...

Acho que estou agora em terrono perigoso...nem sabia eu desta homenagem... nem de muito menos da metade da biografia dessa figura que ilustre e especial além de tudo me é e MUITO querida....não tenho grandes poemas ou palavras bonitas para ofertá-la...so estou aqui hoje e tive a felicidade de ver esta tão bela homenagem porque ela me indicou....mas me atrevo a estar aqui pra dizer que ÚNICA COISA QUE SEI nisso tudo é da alegria IMENSA que a presença dela me dá...e é isso que eu agradeço...e agradeço também aqueles que tiveram capacidade de fazer-lhe a justa homenagem...coisa que eu não tenho

KA disse...

Mirze,

Esses depoimentos somente demonstram como você é importante. Na verdade mesmo antes de conhecê-la aqui, sua presença já era notada por mim. Eu admirava seus comentários, suas dedicações e seus poemas. E tinha razão para admirá-la, pois você é mesmo muito importante. Parabéns a você e a homenagem de Maria Clara.

Abraços!!!

Mirse disse...

Yara, minha amiga querida!

Pedi para você vir aqui, não por mim, mas porque breve vou escolher um dos seus maravilhosos poemas e posta-lo no meu blog. No meu entender, você é uma voz feminina dentro da poesia, de enorme valor, e precisa divulgar e frequentar blogs como este, onde há uma diversidade que se intercontextualizam.

Agradeço seu belo comentário, fico honrada e emocionada, pois com apenas 18 anos sua poesia é de primeira categoria.

MC Simplesmente Poesia e eu, lhe agradecemos e esperamos que nos visite sempre.

Beijos e gratidão!

Mirse

Mirse disse...

K.A.

Fiquei emocionada com suas palavras. Não sabia que acompanhava o que escrevia, e lhe agradeço pelo seu carinho para comigo, e por honrar com sua presença esse espaço.

Receba meu carinho e minha gratidão!

Mirse

RosaFernandesRosa disse...

Olá!!Mirse*
****
Mesmo estando muitoooo atrasada rs... venho deixar meu abraço afetuoso pelo Dia de seu Aniversário.
Agradecendo a Deus pela sua vida ...Que todos os seus momentos possam ser de alegrias e que a paciencia possa vivenciar sua conquista diária para um novo e melhor amanhecer!!seu cantinho é encantador.
Felicidadessss!
BJS/*Rosa

Adriana disse...

Que bom, "meio atrasada" mas deu tempo de felicitar Mirse pelo aniversário....então:
Mirse,
Que bom ter vc em meio a tantos poetas, tu és uma voz tão meiga aqui, sempre acarinhando a todos e poetando como ninguém.Felicidades, amores e saúde,o resto, só poesia.
bijo grande, amiga.

Mirse disse...

Rosa, que dizer para alguém tão querida como você?

Aceito de bom grado a paciência como presente, pois às vezes, nos falta!

Fico muito feliz com sua presença e aproveito para que sempre venha a esse espaço.

Beijos

Mirse

Mirse disse...

Que bom que você veio Adriana!

I've missed you! compreendo, que a vida nosprega surpresas, como esssa que Hercília me fez.

Mas o que importa é a sua presença amiga!

Volte sempre!

Beijos e obrigada!

Mirse