Tormento




Vou reter esse poema
Na memória da parede
Na borda do meu espelho
Verás então, ao se ver
Lágrimas a escorrer

Poema retido sem fala ou escrita
É a minha palavra não dita
É meu sentimento
Em sufocado
Tormento

19 comentários:

Bea - Compulsão Diária disse...

essência da poesia pra mim é o conflito. O não dito qdo dito vira poema como aqui neste tormento tremendo;))

Hercília Fernandes disse...

Belo poema, Mirse.

Seu poema "retido" escorreu, abundantemente, nos ditos da arte poética.

Parabéns, amiga. Seu post está belíssimo. Que linda imagem e disposição dos versos!? Amei, como diz a Nina, "tudos"!

Simplesmente Poesia!

Beijos,
H.F.

Mirse disse...

Bea, palavras assim, me incentivam e dão força.

Fico grata por sua presença e pelo comentário!

Agradeço também em nome do MC Simplesmente Poesia!

Beijos, amiga!

Mirse

Mirse disse...

Minha amiga HF!

Que bom que gostou, espero engrandecer com meus tormentos o MC Simplesmente Poesia.

Beijos, amiga querida!

Mirse

Lou Vilela disse...

O poema reverbera beleza e emoção, minha cara! A postagem ficou linda!

Mirse disse...

Obrigada Lou!

Essa força que você me dá, é importante e me incentiva!

Beijos, amiga!

Mirse

Úrsula Avner disse...

Querida Mirse, lindo poema, que exala sensibilidade poética em adoráveis versos. É sempre um prazer ler o que voce escreve. Meu carinho e obrigada pela sua gentileza em meu cantinho.

Mirse disse...

Úrsula, seja sempre bem vinda ao MC Simplesmente Poesia!

Ogrigada pelas carinhosas palavras!

Elas me dão força para continuar!

Beijos, amiga

Mirse

a magia da noite disse...

a poesia pode ser o silêncio, a ausência do não dito, apenas descrito na palavra que nos atrevemos a não dizer.

Mirse disse...

Lindo seu comentário, amigo(a) do Magia da noite.

Um poema dentro do meu poema.

Sim o silêncio por si, já é um poema.

Agradeço seu belo comentário!

Em meu nome e no do MC Simplesmente poesia!

Foete abraço!

Mirse

Graça Pires disse...

A emoção e a comoção diante do espelho...
Um beijo.

Mirse disse...

Graça Pires, fico muito feliz que tenha gostado.

Sua opinião é sempre valiosa!

Obrigada pela presença!

Pela força!

E pelo comentário, em meu nome e de MC Simplesmente poesia.

Beijos, amiga!

Mirse

mariab disse...

mas a posia soltou-se. bela.
beijos

Mirse disse...

Bela conclusão, Mariab!

Obrigada pela presença sempre bem vinda!

Pela força e comentário!

Agradeço em meu nome e por MC Simplesmente Poesia.

Beijos, amiga

Mirse

Maria Clara Pimenta disse...

As águas rolaram soltas, mirse, em seu poema. Parabéns!

Aproveito para agradecer a todos os AMIGOS que vieram prestigiar o lindo poema da Mirse.

Um forte abraço :)

Adriana Godoy disse...

Vim só agora, mas sempre é tempo de admirar as coisas belas. Essa é uma. Beijos, Mirse.

BAR DO BARDO disse...

quanto fôlego poético...

Mirse disse...

Adriana . amiga!

agradeço sempre sua presença.

Não é redundância, mas sinto sua mão amiga e sua experiência poética.

Beijos

Mirse

Mirse disse...

Oi Henrique!

Se o que me resta é fôlego, talvez devido à prática do esporete por muitos anos.

Se precisar de fôlego, conte comigo, enquanto conto e me encanto com seus sonetos

Beijos

Mirse