P A L A V R A




Transcendem sentimentos




No limitado recurso da palavra.




Descerra-se então, em pauta




O sopro de um pensamento.




Há mais presença em mim




Na palavra que me falta.




Nela deposito sonhos,




sons e cores enfim.




A palavra que me falta,




é aquela que habita em mim.



16 comentários:

Compulsão Diária disse...

A presença da ausência - metáfora da metáfora- a linguagem ponte e corte.

Mirse disse...

Olá amiga,

Fico grata pelo seu comentário,

pela sua presença e atenção na leitura do poema.

Em meu nome e pelo Simplesmente Poesia, agradeço sensibilizada.

Um forte abraço!

Mirse

Lou disse...

O sentimento em ebulição e no mesmo átimo de tempo a palavra-ausente provocam inquietações. Você conseguiu expressar muito bem essa situação, Mirse!

Beijos,
Lou

Hercília Fernandes disse...

"A palavra que me falta
é aquele que habita em mim"...

Por vezes, também, sinto assim...

Um belo poema, Mirse. Carregado de sentimentos nas palavras que não se fizeram faltar.

Beijos:)
H.F.

Graça Pires disse...

A palavra que falta. A da inquietação do poema.
Beijos.

Mirse disse...

Lou,

agradeço seu comentário atencioso em detalhes.

Sua presença e opiniâo, são motivo de crescimento para mim.

Beijos, amiga!

Mirse

Mirse disse...

Hercília querida!

Fico feliz que tenha gostado.

Aprecio seus comentários, amiga!

Gratidão!

Beijos

mirse

Mirse disse...

Graça,

è muito gratificante sentir o que passou o poema.

Isto me motiva e lhe fico grata!

Um forte abraço e minha admiração!

Mirse

Úrsula Avner disse...

" Há mais presença em mim na palavra que me falta... " Lindo Mirse ! Toda a poesia é bela, mas este verso é marcante, profundo, lírico até a raiz da alma ... Bjs querida.

Mirse disse...

Úrsula!

Obrigada pelo incentivo e por sua presença .

Você é uma grande poetisa e considero seu comentário!

Agradeço sua presença em meu nome e em nome do MC Simplesmente Poesia.

Beijos

Mirse

Maria Clara Pimenta disse...

Mirse,

a palavra que lhe falta colore páginas de sentimentos.

Um belo texto poético, minha amiga. Com cadência rítmica bem definida, rimas, aliterações e assonâncias bem dispostas.

Essa palavra que lhe falta veio morar em mim.

Agradeço o post, minha amiga!

Um caloroso abraço.

Maria Clara.

Maria Clara Pimenta disse...

Compulsão, Graça Pires e Úrsula,

agradeço as visitas e comentários conferidos ao belo poema de nossa querida Mirse Souza.

Abraços em todos,

Maria Clara.

BAR DO BARDO disse...

Mirs/ze é nota 11.

Maria Clara Pimenta disse...

Pimenta,

concordo com suas palavras, a Mirse é mais que dez, é mil!

Forte abraço!

Mirse disse...

Henrique Pimenta!

Não sei se exagero ao dizer que você é exagerado.

Agradeço, amigo!

Beijos

Mirse

Mirse disse...

Maria Clara, agradeço por dizer que sou mil!

Não sabia que o sobrenome Pimenta, dá um toque a mais.

Agradeço de igual forma pela sua leitura e comentário!

Obrigada!

Beijos

Mirse