Postagem Simplesmente Poesia (3)

cilada
por Lau Siqueira



comungo com as pequenas coisas
com o que mergulha no sumidouro
das horas mortas


também com as flores miúdas
que harmonizam o jardim e

com abelhas que somem

no invisível...


A palavra escrita deve ser sempre produto de algum tipo
de lucidez. Mesmo quando imersa na embriaguês suave
do efeito abstrato.

(Lau Siqueira)


Para continuar a leitura do post, grite:
Poesia Sim!


10 comentários:

Hercília Fernandes disse...

Lau,

compartilho com as suas sensíveis e ponderadas pontuações analítico-poéticas. E, sempre que me encontro em alguma das situações explicitadas em seu riquíssimo post, recolho-me ao silêncio para suscitar a reflexão. Isso para, quem sabe, compreender - ou me perder - (n)os mistérios que envolvem as palavras e as coisas.

Belíssima postagem, caríssimo poeta. Eu lhe agradeço essa oportunidade de reflexão, promoção de saberes e poéticas.

Simplesmente Poesia!
Parabéns!

Um abraço caloroso,

H.F.

BAR DO BARDO disse...

Gosto do Lau.

- HPimenta

Adriana Godoy disse...

Belíssima cilada, também gosto disso. Bravo! BJ

Maria Clara Pimenta disse...

Amigos,

a postagem do ilustre poeta Lau Siqueira consiste um precioso instrumento reflexivo para todos aqueles que se lançam à tarefa da escrita. Por isso, venho sugerir a leitura aos que se interessam por poesia, linguagem e valores humanos inerentes ao processo de criação.

Fico feliz, Henrique Pimenta e Adriana Godoy, que tenham apreciado a sugestão de leitura. Vale à pena ler o texto integralmente.

Um forte abraço em todos!

Úrsula Avner disse...

Oi Maria Clara, como fico feliz quando encontro beleza e profundidade na singeleza ! Este poema é singelo e ao mesmo tempo intenso e lindo. Parabéns pela escolha da postagem. Este cantinho é um lugar especial. Bjs.

Lou disse...

Quanta sensibilidade no olhar do poeta Lau Siqueira!

Bela escolha, minha cara!

Beijos,
Lou

Adriana disse...

Maria Clara,
A poesia de Lau sempre agrada, sempre sensível.Bela homenagem.

mariab disse...

lucidez imersa em embriaguês suave. gosto!
beijo

Maria Clara Pimenta disse...

Lou, Úrsula, Adriana e Mariab,

o Lau Siqueira, além de um sensível e habilidoso poeta, é um grande pensador da poesia. Seu espaço, Poesia Sim, é um manancial de poéticas; teórica e artisticamente falando.

Beijos em Todas.

Mirse disse...

Lau como sua leitora e fã incondicional dos seus belos poemas, peço licença para contextualizar com outro:

SENHA

EU TINHA UM RIO DE SEDA NO ABRAÇO.

Seu livro texto sentido é meu livro de cabeceira.

Parabéns pelo seu grande poder poético!

Posia SIM!

SEMPRE!

Um forte abraço

Mirse