A nova era...e um Feliz 2011


Queimamos em fogueiras,
mas descobrimos o fogo.
Explodimos prédios mas inventamos o avião.
Fomos assombrados por demônios,
porque a criatividade não é divina
é humana.
Que a nova era que chega possa nos mostrar
que os sacrifícios da mudança fizeram a vida
valer a pena.



6 comentários:

Mirze Souza disse...

Lindo, Adriana!

É diante das dificuldades que o homem se faz mais criativo.

Um brinde às mudanças e à você.

Vai valer à pena!

Beijos

Mirze

Adriana Karnal disse...

Mirze, querida,
as mudanças são inevitáveis, só espero que sejam para o bem em 2011beijo

Marcantonio disse...

"Fomos assombrados por demônios,
porque a criatividade não é divina
é humana."

Achei incrível isso!

Quisera crer numa nova era. Mas, pensando bem, ela está sempre por vir dentro de nós, assim, como esperança; o que talvez seja um indicador de que ela se concretize um dia.

Feliz 2011 para você também, Adriana!

Beijo.

Lara Amaral disse...

A criatividade, artifício humano para o bem e para o mal... Bem lembrado, Dri. E ótimo poema!

Beijo.

Francy´s Oliva disse...

Marcante como a imagem escolhida, que esta nova era nos faça feliz.
bjs.

leila saads disse...

Ao invés de inventar se re-inventar.