Dobras do vento


À Mestra M.M. de Araújo, com carinho.



É preciso decifrar sinais

estar atento.


Saber o que apraz

manter-se sereno.


Reunir os galhos

sem mais nem menos.


Estreitar os laços:

a língua, os ais...

as dobras do vento!


(12 nov. 2008)



*Imagem sem indicação de autoria localizada no Google.

10 comentários:

Leonardo B. disse...

[é preciso... e esta urgência tão urgente não é para menos]

Um imenso abraço, Amiga Hercília

Leonardo B.

Carla Farinazzi disse...

Hercília...

Sempre observar os sinais, decifrando-os... Mesmo os menores. É de detalhes que a vida é feita, afinal.

Beijo

Carla

Mirze Souza disse...

Maravilhoso, Hercília!

É preciso, mas nem sempre atentos, não percebemos as dobras do vento!

Beijos

Mirze

Albuq disse...

Oi Hercília,

sua Mestra foi muito agraciada com esse teus versos de atenção, cuidado, entendimento... ensino. Lindos versos! bjs

Adriana Karnal disse...

é preciso estar atento....os sinais, os ventos...ais....os sons d poema são lindos.Hercília, suspiro contigo.

Úrsula Avner disse...

Oi Hercília

Um poema singelo e belíssimo que diz tanto em poucos versos... De fato é preciso decifrar sinais e como... Isso é aprendizado. Bj com carinho.

Hercília Fernandes disse...

Leonardo,
Carla,
Mirze,
Albuq,
Adriana Karnal
Úrsula

os sinais dos amigos, especialmente os impressos/expressos com afeição, são sempre pertinentes e nos faz mais humanos.

Muito obrigada pelas delicadezas várias e gentis considerações.

E, Carla, sinta-se muito querida em o Maria Clara.

Um forte abraço em vocês,
H.F.

Lara Amaral disse...

Vc disse aquilo que precisamos ouvir, e só.
Perfeito!

Beijo.

Lou Vilela disse...

Faço coro com Úrsula. ;)

Bjs

Hercília Fernandes disse...

Obrigada, Meninas.
Sempre uma alegria e aprendizado recebê-las.
Beijo carinhoso,
H.F.