Segredo

No caminho já não via as gentes, nem as flores que despertavam, ou a praça com sua fontana de pedras. Nada nesse cenário se fazia poesia. Os olhos sequer seguiam trilha alguma. Exceto a sombra que se escondia atrás das árvores. Se tivesse coragem inventaria um codinome, uma senha.

Mas, ao contrário, perguntei a meia voz: Tem horas?
Nunca soube deixar escapar um segredo.

22 comentários:

Juan Moravagine Carneiro disse...

Uma passante ao som de (Balada para um louco), de Piazzolla...

Foi o que venho em mente ao ler seu escrito...

belo!

abraço

Suzana Martins disse...

Nem senhas, nem condinomes... Apenas uma passagem.

Abraços

Lindo!

Wania disse...

Adriana

Liiiiindo teu mini-conto, escreves com maestria, mas vou te contar um segredo: fiquei com vontade de "quero mais"!
Que venham outros...


Bj grande

Albuq disse...

O bom é que, tanto quanto a poesia, quando você escreve simplesmente nos leva, conduz... estava nesse lugar! muito bom! bjs

Adriana Karnal disse...

Juan,
Piazzolla é ótimo...tudo a ver como trilha sonora do conto...obrigada.

Suzana,
seria tão melhor sem senhas...valeu o comentário.

Wania,
pois eu quero atacar nos contos,rssrrsr...obrigada, viu?

Albuq,
são seus olhos, sã seus lhos...

Hercília Fernandes disse...

Dri,

seu miniconto é imagética pura. Nos faz sonhar e querer adentrar nesse universo de segredos.

Quero este para mim, posso?

Belíssimo texto, Amiga. Amei as imagens!

Beijos,
H.F.

Adriana Karnal disse...

Hercília,
ele já é seu, amiga. Tua co-construção faz dele parte de ti.bj

Lara Amaral disse...

Uau, Adriana, que incrível! De balançar esse conto.

Beijo, querida!

Mirze Souza disse...

Uma beleza, Adriana!

Belo mini conto, onde o segredo é a senha.

Beijos

Mirze

Úrsula Avner disse...

Oi Adriana,

belo e profundo texto com adornos de poesia... Gostei muito ! Bj com carinho.

Adriana Karnal disse...

Lara, Mirze e Úrsula,
como todas são Marias aproveito: obrigada meninas. Vcs sabem da nossa senha...

Graça Pires disse...

Uma sombra a convocar a luz...
Belo texto, amiga.
Um beijo.

Adriana Karnal disse...

Graça,
adoro qd vc faz graça...

Fatima Cristina disse...

Oi Adriana!

Muito legal. Segredo é mesmo para ser guardado... Codinome, senha,... horas?...

Me senti uma Alice...

Beijos!

lis disse...

oI Adriana
Segredos inconfessáveis , tenho alguns rs
podes escrever do jeito e forma que quiser, és uma escritora e gosto de le-la.
abraços

Lou Vilela disse...

Boa trama Adriana! Pode investir - tem futuro! rs

Beijos

Adriana Karnal disse...

Fátima,
Eu adoro as estórias da Alice tbm, rsrsrs

Lis,
q delícia ser chamada de escritora,rsrsr

Lou,
acho q vou investir,rsrsr

Gerana Damulakis disse...

Excelente cenário e excelente sugestão.

Adriana Karnal disse...

Gerana,
é um cenário de Alice, com diz a Fátima,rsrsr

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Revelador num simples gesto... ;)

[ rod ] ® disse...

Talvez pq segredos nunca existam! Os olhos denunciam...

Um bj moça e boa semana.

nina rizzi disse...

caramba, que força. eu nao faço segredos: adoro.

beijos.