Maria Clara: por Hercília Fernandes


Maria Clara
Clara
Alva
rara Maria.
Ria
Ia
Subia
clara à luz do dia.


Minha cara,
Clara minha!


Doce flauta,
serena,
silencia.
Minha causa
fada minha!

Rara
tão alva
Clara,
tanto bem,
Maria!








Texto extraído do blog "HF diante do espelho" (http://fernandeshercilia.blogspot.com/2008/03/maria-clara.html) by Hercília Fernandes.

3 comentários:

Marcelo Novaes disse...

Oi, Maria Clara!

Eu chamei a este texto da Hercília de "valsa branca". E , aqui, você escolheu uma foto extremamente sugestiva de uma valsa com a luz clara...

Está muito bonito o blog!

Parabéns!

Beijos,

Marcelo Novaes

Maria Clara disse...

Oi Marcelo.

Agradeço as visitas e os comentários: sempre carinhosos!

Procurei, com essa imagem, valorizar os traços claros e singelos do poema da HF, que, aliás, achei lindo!!!

Abraços.
Maria Clara.

Mirse disse...

Só podia ser Hercília! Lírica, meiga, suntuosa, que dança e canta com as palavras. Jamais haverá nada tão lindo! E a você, Maria Clara, que deve merecer essa homenagem que brota do fundo da alma, a parabenizo pela escolha, pela imagem, e pelo que representa para Hercília.

Um grande Beijo