Vozes femininas no Maria Clara: simplesmente poesia



Quando criei o blog “Maria Clara: simplesmente poesia” tinha em mente compor um cantinho prazeroso de leitura e interação textual onde se pudesse apreciar e debater elementos de composição e receptividade literária.

A minha intenção central guiou-se, basicamente, em contribuir no processo de fruição da leitura na Internet, especialmente de textos oriundos de autores que difundem as suas obras em blogs/sites, cujos espaços e escritas venho acompanhando já há algum tempo.

Com o passar dos dias, percebi, no entanto, que o meu tempo para dedicação ao projeto se apresentava demasiadamente limitado e que, para a devida concretude e autonomia do Simplesmente Poesia, fazia-se necessário estabelecer parcerias com outras vozes a fim de efetivar o enriquecimento e circulação das postagens, promovendo assim a receptividade entre autores, textos e leitores.

Pelas razões mencionadas, o Maria Clara: simplesmente poesia agora dispõe da preciosa colaboração das poetisas Hercília Fernandes, Mirze Souza e Lou Vilela; que, aderindo ao blog, passarão a contribuir, semanalmente, como autoras através de autonomia concedida para seleção/diagramação, difusão de textos e imagens. E, as postagens realizar-se-ão mediante a ordem de adesão, conforme enumeração acima, completando um circuito de 4 (quatro) semanas.

Assim, para celebrar a adesão das autoras neste cantinho de leitura, o blog reúne, em postagem única, alguns textos das poetisas colaboradoras a fim de apresentar, aos leitores, o que nos espera a partir dessa grande parceria.

Passemos às autoras colaboradoras e suas escritas:



Hercília Fernandes

Amor Medonho

Não foi um sonho...
Havia mangueiras, goiabeiras, roseirais.
Açude, parede, casas na ribanceira
onde lençóis flutuavam
nos varais.

Não foi um sonho...
Havia um homem, uma mulher
arvoredos e cânticos de pardais.
Um amor medonho nas colinas, no lajedo
nos postais.

(Hercília Fernandes, in: HF diante do espelho)


Mirze Souza

Murmúrio

Murmurava
uma agonia
dentro de mim.

Tentando entender
uma lágrima

E
S
C
O
R
R
I
A

Era o romper
de uma poesia
que nascia
assim...

temente
da luz
do sol nascente.

(Mirze Souza, in: Meu Lampejo)



Lou Vilela

Bichos da Noite

No ecoar dos bichos da noite
Pura poesia:

Talvez susto, talvez medo
Talvez amor...
Ou sinfonia.

Em meu habitat enluarado
Aluado
Também sou bicho:

Talvez coruja
Talvez grilo...
Ou vaga-lume

Numa noite em que os bichos
Inquietos
Manifestam-se.

(Lou Vilela, in: Nudez Poética)


Além de expor esta seleção pessoal de poemas das autoras, o Simplesmente Poesia aproveita a ocasião para agradecer oficialmente às poetisas por terem, generosamente, aderido ao blog.

Hercília Fernandes, Mirze Souza e Lou Vilela recebam os sinceros agradecimentos do Maria Clara: simplesmente poesia e sintam-se muito queridas neste espaço.


Notas:

*Autoras e escritas expostas mediante a ordem de adesão ao Simplesmente Poesia.
**Postagem alterada em 15/05/09.


14 comentários:

Mirse disse...

Maria Clara,
Sinto-me honrada por compor este grupo de tão alto nível. Farei o possível para dar o melhor de mim. e assim colaborar com voce que é uma amiga tão querida.

beijos

Mirze

Wagner disse...

Maria Clara,

Estou entrando agora nessa de blogs...
mas, achei todas as poesias das 4 autoras, espero n ter errado o número, mas acho que são 4 mesmo. Achei muito boa a poesia das 4 autoras... vi teu comentário no blog da Lou

Lou disse...

Maria Clara,

Parabéns pela bela apresentação! Gostei bastante da forma e do conteúdo.

Mais uma vez, obrigada pelo convite. Será um prazer integrar este grupo ao lado de pessoas que tanto admiro.

Um grande abraço,
Lou

Hercília Fernandes disse...

Maria Clara,

muito me alegra fazer parte de seu projeto em prol da leitura e escrita. Será um prazer compartilhar experiências e saberes; configurando lado a lado, neste espaço de educação e cultura, com vozes femininas tão preciosas na Blogosfera.

A postagem está bela. Você nos oferta um lindo presente.
Muitíssimo obrigada!

Forte abraço em Todas e a Todos os leitores do Simplesmente Poesia.

H.F.

BAR DO BARDO disse...

você é do bem e da partilha...

parabéns!

e um beijo!

Rafael Castellar das Neves disse...

Belíssimo Blog...ótimo conteúdo...gostei muito de visitá-lo!

Parabéns,

Rafael

Maria Clara Pimenta disse...

Wagner,

Seja muito bem vindo a Blogosfera e ao Simplesmente Poesia. Agradeço a sua visita e o comentário.

Abraços,

Maria Clara.

Maria Clara Pimenta disse...

Henrique, poeta querido.

Muito obrigada pela visita e considerações. Muito me alegra saber que me senti dessa maneira.

Um forte abraço da outra Pimenta,

Maria Clara.

Maria Clara Pimenta disse...

Rafael,

Fico feliz que esteja apreciando o blog. Muito obrigada pelo gentil comentário e presença.

Abraços,

Maria Clara.

Graça Pires disse...

Um bom projecto com excelentes colaborações.
Beijos.

Maria Clara Pimenta disse...

Muito obrigada, Graça Pires.

Vc demonstra ser uma alma límpida em gestos e poesia.

Muito obrigada pela visita e pelo apoio.

Abraços,

Maria Clara.

romério rômulo disse...

maria clara:
do sertão nordestino?das bandas do meu camarada moacy cirne.
meu sertão mineiro,coalhado pelo são francisco,sobra por todos os lados.
um abraço.
romério

Maria Clara Pimenta disse...

Olá Romério.

Seja muito bem vindo no Simplesmente Poesia.

Sim, exatamente do sertão seridoense de nosso querido Moacy.

Forte abraço e sucesso com seu novo livro.

Maria Clara

Úrsula Avner disse...

Oi Mirse, seu blog composto com as outras talentosas escitoras, é lindo, um mimo ! Sua poesia Murmúrio é delicada e de grande sensibilidade poética. Obrigada por sua adorável visita. Bjs.